Pasta de dente infantil: como usar corretamente?

Tudo o que você queria saber sobre extração de siso
22 de agosto de 2016
Dicas de alimentos de baixo e alto risco de cárie
5 de setembro de 2016

Pasta de dente infantil: como usar corretamente?

Ter crianças em casa é uma delícia, mas também significa ter cuidado redobrado com coisas cotidianas que poderiam “passar batido”. Pensando nisso, a Dra. Joyce Guimarães escreveu um pouco sobre o uso correto da pasta de dente infantil, trazendo dicas importantíssimas para facilitar o cotidiano da família e cuidar ainda melhor dos seus pequenos!

Confira abaixo a lista completa feita pela nossa odontopediatra:

  • Não deixe a pasta ficar ao alcance das crianças. O adulto deve ser o responsável por colocar a quantidade adequada na escova;
  • Baseado em evidências científicas, recomendamos as pastas fluoretadas (1100 ppm de flúor) para todas as idades. O que muda é a quantidade de pasta para crianças abaixo de 1 ano, de 1 a 3 anos e acima de 3 anos;
  • As orientações devem ser dadas pelos odontopediatras, avaliando cada criança em relação a quem cuida e se fica em horário integral na escola. Tudo isso influencia na determinação, em casos de bebês (0 a 3 anos), do número de vezes que deverá usar a pasta com flúor;

sb10069280m-001

  • Em alguns casos deve ser recomendado o uso das duas pastas de dente (com e sem flúor): a escovação com a pasta fluoretada sendo realizada pelos pais, 2 vezes ao dia, e a terceira escovação (realizada sob os cuidados de escolas, babás, avós e outros) seja com pasta sem flúor; 
  • As escovações devem ser feitas após alimentação, para que absorção do flúor seja mínima  caso a criança ainda não saiba cuspir, evitando a fluorose dentária nos dentes permanentes;
  • Toda orientação depende dos hábitos das crianças e dos pais, além do risco em desenvolver a doença cárie;
  • Como regra geral, indicamos:
    • PastaInfantil1Meio grão cru de arroz de pasta fluoretada para crianças até 1 ano de idade ou aqueles que iniciaram a irrupção dentária mais tardia, apresentando apenas 4 ou 6 dentes na boca;
    • Um grão cru de arroz para crianças até 3 anos ou que ainda não saibam cuspir;
    • Um grão de ervilha para crianças acima de 3 anos que já saibam cuspir.

Essas são orientações básicas visando a prevenção, que é a base para a saúde bucal.

Para mais informações e uma avaliação mais assertiva, entre em contato conosco e agende uma consulta de odontopediatria.